sexta-feira, 23 de abril de 2010

Retrato do trasporte de onibus de Belém



No dia 22 de abri, quando voltava pra casa peguei o ônibus da empresa Rio Guamá Linha Guamá Presidente Vargas AP-31613 as 11h04min. Rapidamente quando eu e as outras pessoas da parada subimos no veiculo formou-se uma enorme fila, somente quando cheguei perto da roleta descobri o motivo para tamanha desordem: o digníssimo cobrador estava batendo um papinho no celular, atrasando todo o seguimento do trajeto.

Eu ainda estava em pé no meio das escadas quando o motorista arrancou o ônibus, sem ao menos se importar com dois estudantes que estavam pendurados na porta aguardando a desobstrução da catraca.

Quando chegou a minha vez de passar, o cobrador já havia terminado sua conversa, mas assim que passei o celular tocou e ele atendeu, recomeçando a tagarelar, sem se importar com a fila formada e com os dois jovens pendurada no ônibus.

Detalhe, o ônibus estava vazio na parte de trás, os estudantes somente estavam pendurados devido à falta de respeito do cobrador que atrasou a passagem para conversar no celular, e a imprudência do motorista que dirigiu com passageiros na porta do veiculo, mesmo sabendo que isso não é permitido.

Na esquina da Travessa Teófilo Conduru e a Avenida Gentil Bittencourt em Canudos, o motorista não parou para um senhor de idade que estava sozinho na parada.
Quando dei sinal para ele parar na esquina da Travessa Teófilo Conduru com a Avenida Cipriano Santos, ele não o fez, parando somente no ponto de ônibus, seguinte sob xingamento de vários dos passageiros, inclusive os que não iam descer, mas que se sentiram ofendidos pela atitude do motorista.

Fiquei indignada.

Eu anotei a placa do ônibus: NSL 8520.

Essa é uma cena constante que tenho certeza que a maioria de vocês já passou.
Motoristas e cobradores enrolam nas garagens conversando besteiras, e quando saem é correndo para não perder a hora, então não param nas paradas e/ou param em locais diferentes dos quais foram solicitados.

Outro fato absurdo é o de muitos motoristas não pararem em pontos de ônibus com idosos, estudantes e portadores de necessidades especiais. Uma vez que só querem transportar aqueles que pagam o absurdo que é uma passagem de ônibus inteira.

São contra a meia passagem e o passe sênior dos idosos, mas duvido que gostariam que seus filhos pagassem a passagem inteira, ou que quando ficassem velhos não iriam querer viajar sem pagar, afinal eles que trabalharam tanto a vida toda merecem esse direito, não é?

Não tem paciência para esperar que um portador de necessidades especiais suba e se acomode no lugar destinado a eles, por isso “queimam” as paradas em que eles estão.
Sei que existem bons profissionais (Graças a Deus!), mas infelizmente são poucos os que fazem seu trabalho sem desrespeitar os outros.

Ônibus sucateados, motoristas e cobradores imprudentes, passagem de ônibus cara. Esse é o retrato do nosso serviço de transporte municipal de Belém. Peço por favor, que tenham mais responsabilidade e respeito por todos os que usam o transporte coletivo.
A mudança de conduta ajudaria a salvar vidas, principalmente as suas.

Obrigada.

5 comentários:

  1. A imprudência no trânsito é sem tamanho!
    Reivindicar nossos direitos, está ficando cada vez mais dificil.
    A falta de respeito, de educação e principalmente a violência, são fatores que nos fragilizam a nos impedem de agir de acordo com o que a dita "lei" nos permiti.


    Parabéns Debb!

    ResponderExcluir
  2. Do povo sem cultura de Belém, que aliás só sabe dançar brega não podemos esperar mais nada além disso...

    ResponderExcluir
  3. Povo sem cultura??

    Mostra a cara e suas opiniões mais concretas.
    Eu que digo.
    O que eu posso esperar de alguém que não assina um comentário?

    aiai

    ResponderExcluir
  4. Se vc expoe sua opnião, deveria ter a maturidade de assumir o que diz.

    FIKDIK

    ResponderExcluir
  5. Dou nota 10 (DEZ) pra essa matéria! Mas devo dizer-lhe que Belém (PA) não é exceção em termo de irresponsabilidade por parte dos funcionários do transporte coletivo. Aqui em Manaus (AM), além de ter cobrador tagarelando ao celular feito papagaio, os motoristas ficam deixando os passageirso na mão no meio da viagem, em virtude de falhas mecânicas com o ônibus. Eles simplesmente deixam o ônibus sozinho com os passageiros dentro (ao invés de passarem os mesmos pra um outro veículo da mesma linha ou de outra linha), vão embora para a garagem... e fica por isso mesmo!!

    ResponderExcluir