sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Pedofilia: vigilância constante

Casos recentes de abuso sexual contra crianças e adolescentes trazem a tona um problema latente na humanidade: a pedofilia. Este não é um problema recente, mas que se arrasta por toda a existência do homem em sociedade.

Mas o que leva uma pessoa a praticar tal ação? Alguns especialistas afirmam que adulto s que foram violentados quando crianças podem tornar-se pedófilos em potencial. A atração por crianças é uma doença psicológica que se não tratada pode levar o individuo a cometer atos horrendos.

Geralmente o pedofilo é alguém próximo da criança, um professor um vizinho e até mesmo o próprio pai. Depois de violentada a criança torna-se reclusa, taciturna e desconfiada dos outros, chegando a pensar que ela própria é culpada daquela situação.

A internet é a maior aliada do pedofilo, que encontra nela uma forma de conversar sozinha com sua vitima. Sem a vigilância e o acompanhamento dos pais, a criança fica exposta e indefesa, tornando-se um alvo fácil para estes criminosos.

Informação, conversa e dialogo familiar são as armas que temos para lutar contra essa violência. Devemos ensinar nossas crianças a se defender deste mal, para que possamos por fim a esta chaga da sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário